CALIBRAGEM DE PNEUS: PARTE 1

Publicado:

Um dos principais cuidados para garantir a segurança, desempenho do veículo e redução do consumo de combustível.


Pode não parecer, mas a calibragem dos pneus é um procedimento essencial que deve ser feito com frequência – caso contrário, pode haver consequências gravíssimas tanto para a segurança do condutor quanto para o veículo e, claro, para os demais motoristas na via. É que, como os pneus são os itens de contato direto com o asfalto, eles estão expostos a vários tipos de irregularidades nas pistas. Por isso, vale a pena ter atenção a eles e sua correta pressão de inflação.

Apesar de simples, esse procedimento deve ser realizado periodicamente para evitar acidentes e garantir o bom estado dos pneus. Entretanto, é preciso tomar alguns cuidados para realizar a calibragem adequada, já que o excesso de pressão também compromete a performance dos pneus.

Saiba mais sobre a importância da calibragem dos pneus.

Os riscos de não calibrar os pneus


Durante as viagens, os caminhoneiros podem enfrentar diversos tipos de condições climáticas, principalmente a chuva. O problema é que, com a pista molhada, existe o risco de aquaplanagem, que fica ainda mais alto se os pneus não estiverem calibrados corretamente. Nessas situações, a baixa calibragem impede que os sulcos do pneu afastem a água dele, o que forma uma camada de água. Com essa camada, pode acontecer do condutor perder completamente o controle do veículo.

Outro fator que merece atenção é o consumo do combustível: se não estiverem devidamente calibrados, os pneus murchos aumentam o consumo do diesel por exigirem mais esforço do motor para que o caminhão se mova. E, pensando na condução e no movimento, o caminhoneiro pode perceber facilmente que a calibragem não está adequada se sentir que a direção está pesada e desconfortável.

Pois é, são vários os fatores que indicam que a calibragem dos pneus não está adequada. Por isso, vale ter muita atenção a este aspecto, porque ele pode danificar seriamente a estrutura do pneu e causar rasgos, furos e até a perda da borracha. Como têm altíssimo valor para a frota, esse é um cenário que ninguém quer ver, não é mesmo?

Quando e como realizar a calibragem


Deu para perceber a importância do cuidado com a pressão dos pneus, certo? Para evitar danos a estes componentes, é importante saber quando é o melhor momento para calibrá-los.

Além disso, é importante conferir como está a pressão de inflação dos pneus pelo menos uma vez por semana com instrumento de calibragem aferido – e, claro, antes de pegar a estrada também. Para maior precisão, essa verificação precisa ser feita com os pneus frios. Aqui é importante falarmos sobre um procedimento comum, porém incorreto: a sangria dos pneus, que consiste na diminuição da pressão de ar enquanto o pneu ainda está quente. Ela não deve ser realizada, pois, o calor aumenta a pressão interna dos pneus. Daí a orientação de calibrar o pneu sempre frio. Por fim, fique atento: o excesso de pressão também pode ser nocivo à estrutura dos pneus.

Na hora de inflar o pneu, também é preciso ter alguns cuidados para garantir o sucesso do procedimento e a segurança de quem o faz. Por isso, não esqueça do uso da gaiola de segurança durante o enchimento do pneu e, assim, evite acidentes.

Quer entender melhor como a Goodyear pode te auxiliar? Entre em contato aqui!